Concurso agrônomo: quais os principais, vantagens e o que estudar

Ingressar em um concurso público é o sonho de muitas pessoas, pois se trata de uma forma de entrar para o mercado de trabalho com ótimos salários. Dessa maneira, os concursos públicos atraem pessoas com curso superior, curso técnico, entre outras formações. Mas hoje vamos falar sobre uma área de concursos públicos em especial, a agronomia, e abordar os principais assuntos relacionados ao concurso agrônomo. Continue lendo para saber mais!

Quais as possibilidades de um concurso agrônomo?

A engenharia agrônoma é uma área que possibilita aos estudantes e profissionais decidir entre várias opções disponíveis. Com um diploma em Agronomia, o concurseiro pode escolher atuar, por exemplo, nas esferas públicas, seja a nível federal, em institutos como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA); nível estadual, trabalhando nos Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (CREAs) de cada estado e secretarias; ou nível municipal, nas prefeituras. Além disso, também existe a possibilidade de trabalhar com pesquisa em universidades.

Seja como for, é fato que, muitas vezes, trabalhar como concursado é uma das opções mais rentáveis. Contudo, muitos têm medo quando o assunto é concurso público. E é normal encontrar algumas dificuldades. Por isso que estamos aqui! Para ajudá-lo nesse quesito. Mas vamos falar disso mais à frente.

Como está o cenário para a profissão agrônoma?

A profissão de engenheiro agrônomo está em alta no Brasil. Isso se deve ao fato de que a economia do país depende muito do agronegócio e da produção agrícola. Para entender melhor essa importância, destacamos o papel que a agropecuária desempenha sobre o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

Conforme dados da Confederação Nacional de Agricultura (CNA), em 2018, o setor representou 21,1% do PIB, tendo movimentado R$ 1,44 trilhão. Em 2019, o PIB do agronegócio cresceu mais um pouco, alcançando 21,4%. Ainda sobre 2019, o setor agropecuário cresceu 1,3%, mais que a média de 1,1% da economia brasileira.

E, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2020, a agropecuária foi o único setor que cresceu no Produto Interno Bruto (PIB), tendo avançado 2% em relação ao ano anterior. Este cenário evidencia a importância da engenharia agrônoma para o país.

Qual a demanda atual em Agronomia?

O papel desempenhado pelo agronegócio na economia faz aumentar a demanda para a área agrônoma e, consequentemente, a quantidade de concursos agrônomos. Conforme a CNA, o setor absorve um a cada três profissionais formados. Confira algumas áreas que a formação em agronomia possibilita trabalhar:

  • campo: o agrônomo acompanha todas as etapas produtivas;
  • industrial e científico: estuda novas tecnologias, fiscaliza e desenvolve pesquisas;
  • consultoria: presta serviços de forma autônoma, como assistência técnica, vistorias, laudos, receituário agronômico etc.

E a demanda no setor público?

Quando o assunto é concurso agrônomo, o setor público é uma área bastante visada, com diversas oportunidades, bons salários, benefícios e chances de crescimento na carreira. O bacharelado em agronomia permite conquistar uma vaga em instituições, ONGs, prefeituras, secretarias, cooperativas, faculdades etc.

O setor público é especialmente interessante para aqueles que não desejam atuar em plantações ou criadouros, por exemplo, já que, na esfera pública, o trabalho é focado no planejamento de políticas estatais, planos e programas de governo que estão relacionados à agricultura, e, na área acadêmica, o foco é nas pesquisas.

Portanto, se você deseja seguir nessa área, precisa saber quais as opções de concursos agrônomos existentes, além de descobrir o que cai na prova de agronomia. É sobre isso que vamos falar agora.

Quais as principais opções de concursos agrônomos hoje?

Como dissemos acima, a área de engenharia agrônoma é bastante vasta e está em constante crescimento. Esse é um dos motivos pelos quais a demanda por engenheiros agrônomos aumenta, assim como a oferta de concursos agrônomos.

Abaixo, você confere as principais opções de concursos agrônomos:

1. MAPA

O concurso do MAPA é um dos mais cobiçados entre engenheiros agrônomos. O órgão solicitou, em 2020, a abertura de 1744 vagas para níveis médio e superior. Atualmente, há um déficit de mais de cinco mil servidores. O concurso MAPA ainda está em análise no Ministério da Economia e pode ser oficializado. A pasta pediu a revisão da lei complementar que suspende a realização de concursos até o fim de 2020 à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, que modificou o parecer. 

A previsão de remuneração gira em torno de R$ 4.065,97 e R$ 15.042,71, para 40 horas semanais, variando de função e cargo. O regime de contratação é o estatutário, garantindo estabilidade. Em relação ao  engenheiro agrônomo, as vagas são para auditor fiscal agropecuário, com remuneração inicial podendo chegar a R$ 15 mil, jornada de trabalho de 40 horas semanais e atuação nas áreas de auditoria e fiscalização de vacinas, sementes, fertilizantes, agrotóxicos e rações.

2. Prefeituras

É possível encontrar opções de concursos agrônomos nas prefeituras de diversas cidades, sendo essa uma boa porta de entrada para a esfera pública. De acordo com o site Glassdoor, que publica médias de salários, os salários de engenheiros agrônomos na prefeitura de São Paulo, por exemplo, variam entre R$14.028 e R$15.219. 

3. Secretarias de Agricultura

Outra opção para engenheiros agrônomos são as secretarias de Agricultura, que têm o objetivo de promover a extensão rural e apoiar pequenos e médios produtores. Dessa forma, os profissionais se valem do conhecimento, pesquisas, práticas e técnicas para orientar produtores em todas as etapas, pretendendo potencializar a produtividade dentro do campo, diminuindo custos, aumentando o retorno, melhorando a qualidade dos produtos e otimizando o trabalho.

A remuneração para o engenheiro agrônomo na Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul, por exemplo, conforme o Glassdoor, é por volta de R$ 4.000.

4. Faculdades estaduais e federais

Essa área é para quem gosta de trabalhar com pesquisa científica e/ou seguir carreira como professor. Sobre quanto ganha um agrônomo concursado em faculdades, é importante ressaltar que o salário varia bastante conforme a instituição, área de estudo e cargo.

Quais são as vantagens ao realizar um concurso público?

O salário costuma ser o principal chamariz para participar da concorrência de concursos públicos. A média salarial dos servidores públicos é normalmente maior que a remuneração do setor privado. Mas, apesar de essa ser uma boa razão, existem ainda vários outros motivos e pontos positivos do concurso público. Confira alguns dos principais:

Estabilidade

A estabilidade que um concurso público traz nem sempre pode ser encontrada pelo profissional que ocupa outros cargos. Essa é considerada uma grande vantagem, já que o funcionário público não pode ser demitido sem motivos, a qualquer momento. De acordo o artigo 41 da Constituição Federal: “São estáveis após três anos de efetivo exercício os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público.

§ 1º O servidor público estável só perderá o cargo

I – em virtude de sentença judicial transitada em julgado;

II – mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa;

III – mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho, na forma de lei complementar, assegurada ampla defesa.”

Após três anos no exercício das atividades, tempo chamado de estágio probatório, o servidor torna-se estável. Esse tempo serve para comprovar se o servidor tem aptidão e capacidades necessárias para desempenhar seu cargo.

Menos exigências

Muitas vezes, os concursos públicos não cobram experiência dos candidatos. Desse modo, o método utilizado para fazer a avaliação é a prova de conhecimentos.

Outra vantagem de ocupar cargos públicos é que, normalmente, há horários bem estabelecidos, e o profissional raramente precisa fazer hora extra.

Lembrando, ainda, que há muitos concursos públicos que exigem apenas formação no ensino médio, assim como concursos para nível técnico, superior etc.

Benefícios 

Além de um bom salário, os cargos públicos também costumam vir acompanhados de benefícios como vale-refeição, vale-alimentação, vale-transporte, entre outros.

Como se preparar para um concurso agrônomo?

Independente do concurso agrônomo escolhido, é importante ter um bom plano de estudos e muita dedicação, além de, claro, se atentar para o que cai na prova de agronomia.

Temas mais cobrados

É necessário ressaltar que a área de engenharia agrônoma é vasta, o que também torna os assuntos abordados em concursos agrônomos abrangentes. Isso pode acabar atrapalhando o candidato em seu processo de preparação. Por isso, é importante se atentar a alguns detalhes, além de ter em mente o que cai na prova de agronomia. Confira alguns dos principais temas e seus subtemas encontrados em uma pesquisa feita pela Estratégia Concursos: 

  • culturas agrícolas (plantas, manejo, produção, cultura, água, nutrientes, pragas, doenças, ervas daninhas);
  • solos (fertilidade, adubação, conservação, calagem);
  • fitossanidade (doenças, pragas, ervas daninhas, agrotóxicos, fitopatologia);
  • água (irrigação, hidrologia, drenagem);
  • agricultura e meio ambiente (ambiental, legislação e ecologia);
  • agriculturas alternativas (agroecologia, orgânica, certificação);
  • zootecnia (animal, pastagens);
  • botânica e genética (biotecnologia, fisiologia);
  • engenharia (armazenamento, mecanização);
  • administração e economia (comercialização, extensão, crédito).

Como mencionamos acima, a variedade de temas pode deixar o candidato um pouco perdido. Por esse motivo, é necessário seguir algumas outras orientações, como:

  • pesquisar sobre a banca avaliadora;
  • estudar os editais;
  • escolher uma área para focar os estudos;
  • criar um cronograma e um plano de estudos;
  • estar atento às notícias e atualizações sobre o concurso e a área que deseja seguir;
  • contar com a ajuda de um curso e um mentor.

Conclusão

Como destacamos acima, contar com a ajuda de profissionais preparados é essencial para se sair bem em concursos agrônomos. O Ifope tem os melhores preparatórios para concursos públicos, além de cursos de capacitação e de pós-graduação para as áreas do agronegócio, indústria de alimentos e medicina veterinária.

Clique na imagem abaixo e acesse nosso Combo para Concursos Agronômicos: Disciplinas Específicas + Básicas + Questões Comentadas, um material completo para quem está se preparando para prestar um concurso agrônomo.