Passar no concurso do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) é o sonho de muitos veterinários, agrônomos e zootecnistas. O que vários não sabem, no entanto, são as possíveis áreas de atuação de um auditor fiscal federal agropecuário que existem ao se tomar posse do cargo.

Para te auxiliar, nós listamos aqui algumas áreas em que o fiscal federal atua.

Além disso, abordamos as competências e responsabilidades de cada uma delas para que você possa ir conhecendo o trabalho que fará depois de passar no concurso do MAPA – órgão que trabalha para garantir a saúde dos rebanhos, a sanidade dos produtos agrícolas, além da segurança dos alimentos.

FFA x Auditor Fiscal

No último concurso do MAPA as vagas disponíveis eram para Fiscal Federal Agropecuário (FFA) e hoje esse nome foi alterado para Auditor Fiscal Federal Agropecuário (AFFA).

Essa adequação no cargo dos servidores se deu porque o trabalho de auditoria sempre foi realizado pelos fiscais.

Se você começou a estudar por agora e já ficou confuso com esses dois cargos, fique tranquilo e saiba que trata-se dos mesmos profissionais.

Áreas de atuação do Auditor Fiscal

O auditor fiscal federal agropecuário pode atuar em diversas áreas do Ministério da Agricultura a depender da região do país em que for alocado.

Antes de se inscrever no concurso, caso haja inscrição por localidade, pesquise a vocação da cidade ou estado de seu interesse. Por aí você poderá definir o tipo de trabalho que fará depois de empossado.

Inspeção

O Serviço de Inspeção Federal (SIF) é o responsável por assegurar a segurança dos produtos de origem animal.

Leia também: SIF – o que é?

As empresas que fazem produção, manipulação, embalagem ou até mesmo o transporte de produtos de origem animal devem seguir certas regras para garantir sua inocuidade e qualidade.

Se você é veterinário, poderá trabalhar no SIF, atuando nas empresas, de forma a assegurar que essas normas sejam seguidas e os produtos de origem animal, tanto os comestíveis quanto os não comestíveis, sejam produzidos dentro de um padrão estabelecido de qualidade.

Nesses estabelecimentos o profissional do SIF será encarregado de fazer a verificação dos autocontroles realizados pela indústria. Sendo que essa verificação é feita tanto in loco quanto por meio de documentos.

Além disso, os profissionais que forem alocados em estabelecimentos de abate ficarão responsáveis pelos exames ante mortem e post mortem das espécies de açougue, para garantir a segurança da carne e seus derivados.

Saúde animal e vegetal

O Brasil é um país com alta vocação para a agropecuária. E portanto, faz-se necessário ações com o fim de garantir a prevenção, o controle e a erradicação de doenças que afetam os rebanhos e as lavouras do nosso país.

As políticas de saúde animal e vegetal são determinadas pelo MAPA e as ações são compartilhadas com as secretarias de agricultura dos estados e dos municípios.

Após a adequação do cargo para auditores fiscais federais agropecuários, esses profissionais passaram a fazer mais auditorias dos órgãos estaduais e municipais de agricultura, no que diz respeito aos Programas de Saúde Animal e Vegetal, cadastros de produtores rurais e outros assuntos pertinentes.

Essa atuação depende também dos convênios existentes entre o MAPA e os órgãos de agricultura. Caso não haja um bom serviço local de defesa, os auditores federais poderão fazer uma parte desses trabalhos.  

Uma ação que os profissionais do MAPA costumam fazer mesmo com bons convênios, como o existente com a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR), é a fiscalização de casas agropecuárias que comercializam medicamentos de uso controlado.

Laboratório

As atividades dos auditores envolvem a fiscalização dos produtos destinados à alimentação humana, bem como a defesa animal e sanidade vegetal, com vistas de controlar certas doenças dos rebanhos e das lavouras que podem trazer embargos econômicos aos produtos brasileiros.

Com isso, é necessário que haja uma rede de laboratórios para análises oficiais que auxiliem esse serviço. São os Laboratórios Nacionais Agropecuários (Lanagros), onde trabalham profissionais veterinários, agrônomos, zootecnistas, químicos e farmacêuticos.

Nos Lanagros, são feitas análises de agrotóxicos, análises físico-químicas dos produtos de origem vegetal e animal, diagnósticos de doenças dos animais, dentre outras questões.

Essas análises são fundamentais para as ações de monitoramento, controle e fiscalização de alimentos, bebidas e insumos produzidos e comercializados no Brasil e no exterior.

Além disso, nesses ambientes são realizadas pesquisas de interesse agropecuário, com o fim de criar informações para os serviços de inspeção, defesa e para a comunidade científica.

Vigiagro

O Brasil é hoje um dos maiores exportadores de produtos de origem animal e vegetal do mundo.

E para garantir que essa condição continue em constante crescimento é necessário um correto controle sanitário das fronteiras do país.

Para isso, foi criada a Vigilância Agropecuária Internacional do Brasil (Vigiagro).

Confira o texto: VIGIAGRO: o que é, como funciona e qual sua importância

Os profissionais alocados nesse setor podem trabalhar em portos, aeroportos, postos de fronteiras e aduanas especiais.

Sua atuação se dá na fiscalização de bagagens com o objetivo de verificar a presença de produtos de origem animal ou vegetal sem prévia autorização do Vigiagro, além do controle da importação e exportação de materiais de multiplicação, animais vivos, produtos de uso veterinário e até troféus de caça e taxidermia.

Escritórios

Além de todo o trabalho no campo, fronteiras internacionais e indústrias, o auditor fiscal federal agropecuário do MAPA pode atuar também nos escritórios do Ministério.

Nesses locais, o trabalho pode envolver a aprovação de projetos estruturais, de rótulos e até a criação de novas normas que se apliquem ao setor.

Como você viu, os trabalhos de um auditor fiscal federal agropecuário são diversificados, mas, em todos os casos, de muita responsabilidade.

Releia o texto, veja a área que mais te interessa e pesquise mais sobre o assunto. Trabalhar no MAPA é motivo de orgulho, mas trabalhar lá com algo que se goste é motivação para o dia a dia profissional.

por Andréa Guicheney

O Ifope vai te ajudar a ser um Auditor Fiscal Federal Agropecuário. Inicie agora o preparatório para o concurso do MAPA.